Thursday, September 20, 2007

..."estou morrendo de saudades"/I miss it so much


..."minha alma canta, vejo o Rio de janeiro...estou morrendo de saudades..."Tom Jobim

Sem mais a dizer... a foto fala por si so!
Bom fim de semana , muita luz a todos!

**************************************************
That is my Rio de Janeiro!!!!
There is no words to describe... it speaks for it self!


Good weekend everyone

Saturday, September 15, 2007

O Mito de Aracne/ The fable of Arachne


Envolvida nas tramas da vida...



"As Fiandeiras","LAS HILANDERAS" OU "LA FABULA DE ARACNE"- 1657/Madrid

de Diego Velazquez - Sevilla:1599-1660

Diego Velazquez (em Portugues)

Procurando na Internet, encontrei algo muito interessante, sobre a tecelagem na mitologia, "O Mito de Aracne"...


Apos o texto coloquei um link para um filme curtinho que retrata bem essa lenda, eh em Ingles , mas depois de saber da historia em portugues fica facil de entender... um lindo Domingo de muitas tramas e fios...afinal de contas nossas vidas sao como uma linda teia de aranha, bem tramada.



O Mito de Aracne
Segundo a mitologia grega, Aracne era uma jovem tecelã que vivia na Lídia, em uma região da Ásia Menor chamada Meônia. Seu trabalho era tão perfeito que, em todas as cidades da Lídia, Aracne ganhou fama de ser a melhor na arte de fiar e tecer a lã.

Eram os deuses, com sua generosidade, que concediam às criaturas seus talentos e habilidades, mas os mortais, com sua capacidade natural de esquecer as coisas, às vezes cometiam a tolice de gabar-se de seus próprios feitos. Assim aconteceu a Aracne, que deixou-se dominar pela vaidade e passou a vangloriar-se de sua habilidade como tecelã. Até que um dia alguém veio lembrá-la de que ela era discípula de Atena. Atena (Minerva, na mitologia romana) era filha de Zeus, e além de ser a deusa da Sabedoria ,era a deusa que presidia as artes e os trabalhos manuais -- a tecelagem inclusive. Aracne ficou extremamente ofendida e, querendo provar sua independência e auto-suficiência, caiu na fraqueza de afirmar que podia competir com Atena e seria capaz de derrotá-la na arte da tecelagem.

Atena disfarça-se e vai procurar Aracne

Ao saber da presunção de Aracne, Atenas foi procurá-la disfarçada como uma anciã e pediu-lhe que a escutasse, devido à experiência de sua idade avançada: "Busque entre os mortais toda fama que desejar, mas reconheça a posição da deusa". Porém, a famosa Aracne não percebeu que se tratava de Atena e, além de zombar da anciã, reafirmou seu desafio: "Por que motivo sua deusa está evitando competir comigo?"

Atenas revela-se

Ao ouvir isto, Atenas apareceu em sua forma verdadeira, e todos se puseram a reverenciá-la, exceto Aracne, que permaneceu impassível, pois o senso de poder que sua habilidade lhe dava tornava-a ousada em excesso.

A competição

Atenas desafiou Aracne a provar que seria capaz de vencê-la e as duas deram início à competição. Sentaram-se e começaram a tecer, cada qual procurando produzir a obra vencedora.

O que Atena teceu:

Atena retratou a cidade de Atenas e os deuses em seus tronos, e entre os deuses a oliveira que ela havia criado durante uma disputa com Posseidon e graças à qual foi proclamada a protetora da cidade. Retratou também Niké, o símbolo da Vitória e nos quatro cantos da tela, desenhou quatro cenas mostrando o que havia acontecido a alguns mortais que desafiaram os deuses e em que eles acabaram sendo transformados.
Coroando o trabalho, Atena teceu uma grinalda de folhas de oliveira, que é até hoje um símbolo de paz.

O que Aracne teceu:

Aracne, a perfeita tecelã, achou de retratar o maior de todos os deuses --Zeus -- por ocasião de suas conquistas amorosas. E então foi tecendo diversas cenas em que ele aparece disfarçado ou toma a forma de um animal: Zeus, sob a forma de touro, arrebatando Europa; sob a forma de águia, abordando Astéria; sob a forma de cisne, conquistando Leda; sob a forma de sátiro, fazendo amor com Antíope; Zeus fazendo-se passar por Anfitríon para seduzir Alcmene, mãe de Heraclés (Hércules); Zeus, o pastor que fez amor com Mnemosine, mulher-titã; e, ainda, Zeus conquistando Egina, Deméter e Danae, disfarçado, respectivamente, de chama, serpente e chuva de ouro. No afã de "tricotear" sua espantosa obra, Aracne incluiu ainda os amores de Posseidon, Apolo, Dionísio e Cronos.
E ao redor de todas as cenas, teceu uma graciosa moldura de hera e flores entrelaçadas.

Desfecho da estória

Tão perfeita foi a obra de Aracne que Atena não conseguiu encontrar nela a mínima falha. Irritada, Atena rasgou a tecelagem em pedaços e golpeou Aracne na cabeça. Aracne ficou muito triste e, em seu desespero, terminou tentando se enforcar. Atena, ao saber o que sua cólera havia provocado, compadeceu-se de Aracne e transformou a corda que ela usara para enforcar-se em uma teia. Em seguida, derramou sobre Aracne fluidos retirados das ervas da deusa Hecate e transformou-a em uma aranha. Dessa forma, Aracne foi salva da morte e, embora condenada a ficar dependurada em sua teia, a beleza de sua arte não ficaria perdida para sempre neste mundo.
Encontrei aqui o texto:http://www.geocities.com/~esabio/aranha/o_mito_de_aracne.htm


Cliquem vale a pena assistir, depois deixem um recado...
O MITO DE ARACHNE

*****************************************************************************
The Fable of Arachne
"Arachne was a young woman from Lydia, sometimes said to be a princess, who offended Athena, and suffered the consequences. Her story helped serve as a warning to all to take care to not offend the gods.
Arachne was gifted in the art of weaving. Not only were her finished products beautiful to look at, but the very act of her weaving was a sight to behold. Nymphs were said to abandon their frolicking to come observe Arachne practice her magic. So remarkable were her works that observers often commented that she must have been trained by the very patron goddess of weaving, Athena herself. Arachne scoffed at this. She was disgusted at being placed in an inferior place to the goddess and proclaimed that Athena herself could not do better than her.
Athena was quite perturbed at Arachne's bold claim, but she decided to give the young woman a chance to redeem herself. She came to Arachne disguised as an old woman and warned her to be careful not to offend the gods, lest she incur their wrath. But Arachne told the old woman to save her breath. She welcomed a contest with Athena, and, if she lost, would suffer whatever punishment the goddess deemed necessary.
The goddess accepted the challenge and revealed her true form. The nymphs who had come to watch Arachne's weaving shrunk back in fear, but Arachne stood her shaky ground. She had made a claim, and she was sticking to it. So the contest began, the mortal at her loom, the goddess at hers. Athena began to weave the scene of her contest with Poseidon for the city of Athens. A beautiful scene developed from the threads, showing Poseidon and the salt water spring, and Athena with an olive tree, gifts to the people who would name Athena as their patron, and their city after her. The bystanders marveled at the goddess' work.
Arachne, for her part, created a tapestry showcasing scenes of Zeus' various infidelities: Leda with the Swan, Europa with the bull, Danaë and the golden rain shower. So exquisite was the mortal's work that the bull seemed lifelike, swimming across the tapestry with a real girl on his shoulders. Even Athena herself was forced to admit that Arachne's work was flawless. (Whether or not Arachne was actually better than Athena is still a mystery.)
Angered at Arachne's challenge, as well as the presumptuousness of her choice of subjects, Athena tore the tapestry to pieces and destroyed the loom. Then she touched Arachne's forehead, making sure that she felt full guilt for her actions. Arachne was ashamed, but the guilt was far too deep for her poor, mortal mind. Depressed, she hanged herself.
Athena took pity on Arachne. She most likely did not expect that Arachne would commit suicide. She brought her back to life, but not as a human. By sprinkling her with the juices of aconite, Athena transformed the woman into a spider, her and her descendants to forever hang from threads and to be great weavers."
http://www.pantheon.org/articles/a/arachne.html

Take a look at this link ...let me know
xoxoxo

Friday, September 07, 2007

Feliz Dia da Independencia/ Happy Independency Day

A todas e todos um belo Dia da Independencia. Que aproveitem , descansem e produzam coisas lindas. Eu aqui continuo na minha producao dos meus Scarflettes ( golinhas), que estao vendendo bem, Gracas a Deus
Tenham uma otima semana... e deixo com vcs uma linda bolsa feita pela Marina do

TECENDO EMOCOES